Cococi

NextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnailNextGen ScrollGallery thumbnail
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
COCOCI, CEARÁ
28cococi-pasta-5_20
COCOCI, CEARÁ
Cococi cidade de nome indígena que tem por significado Côco Pequeno fica localizada no Sertão do Ceará na cidade de Inhamuns. 

Hoje, Cococi é conhecida como a Cidade Fantasma, devido ao seu destino de ser atualmente apenas ruínas. Existe na cidade de pequenos quilômetros, quase de uma rua apenas, duas famílias que lá residem contratadas pelos proprietários das terras.

A cidade surgiu ainda no início da colonização portuguesa. Durante muitos anos, foi apenas mais uma fazenda, sediada na região dos Inhamuns, que trabalhava com a criação e comercialização de gado.

Cococi é marcada uma vez ao ano por uma grande festa religiosa que atrai os povos de toda redondeza e os que habitam a cidade e suas ruínas aflorando os dois lados da cidade fantasma: o sagrado e o profano.

Esse projeto é resultado de um coletivo fotográfico com Henrique Torres e Sérgio Carvalho.

Comments are closed.