Prêmios

Fernanda Oliveira, de 2003 a 2009, realizou três trabalhos autorais que conquistaram prêmios e seleções em eventos da fotografia e das ciências da comunicação.

A pesquisa fotográfica etnográfica “Mulheres Líderes no Sertão Central do Ceará” foi realizada em 2005, em assentamentos rurais do município de Quixadá, região central do Ceará. O trabalho foi agraciado com o Prêmio Chico Albuquerque de Fotografia 2006, do Edital de Incentivo às Artes da Secult (Sec. Cultura do Estado do Ceará), fato que possibilitou sua publicação em E-BOOK.
O trabalho “Santa Teresinha: o morro de uma cidade” é fruto de cinco anos (de 2002 a 2007) de pesquisa no morro da cidade de Fortaleza, onde se localiza o conjunto Santa Teresinha. Conquistou o prêmio Editais das Artes da Funcet 2006 (Fundação de Cultura, Esporte e Turismo) e o Prêmio Chico Albuquerque de Fotografia 2007, do Edital de Incentivo às Artes da Secult (Sec. Cultura do Estado do Ceará). As duas premiações resultaram na publicação de livro.
As Cores Violetas” é o mais recente trabalho autoral de Fernanda Oliveira. Concebido e iniciado em 2007, conquistou o Prêmio Chico Albuquerque 2009, do Edital de Incentivo às Artes da Secult (Sec. Cultura do Estado do Ceará). Trata-se de um trabalho que faz da imagem um canal para acessar o espaço da imaginação em torno de experiências vividas na infância, nos espaços físicos do urbano e rural cearenses.
Sereias” é um coletivo fotográfico em parceria com o fotografo Sérgio Carvalho, iniciado no ano de 2012 . O ensaio foi agraciado no Prêmio LatinoAmericano de Fotografia Documental Los Trabajos y Los Días 2013, em Medelim – Colômbia. O mesmo projeto esteve em exposição no ano de 2013 no Shopping Pátio Dom Luís em Fortaleza – Ceará em homenagem ao dia internacional da mulher.
Nos Caminhos da Caravana Farkas: o Cariri Revisitado”Esse trabalho constitui uma revisita aos locais filmados por Tomaz Farkas, produtor da série de videodocumentários intitulada “A Condição Brasileira”, mais conhecida como a “Caravana Farkas”.